fbpx

Acadêmicos do curso de Educação Física utilizam materiais reciclados para produção de prancha

Obras são lançadas na 1° Jornada de Psicologia
18 de setembro de 2018
Acadêmicas de Estética e Cosmética da Unisulma criam produto à base do óleo de coco
19 de setembro de 2018

Estudantes do 6° período de Educação Física (licenciatura) da Unisulma realizaram projeto sustentável, orientado pelo professor em Educação Física e mestre em Ciências Ambientais e Saúde, Gledson Santos. A iniciativa, articulada pelo docente, consiste em reutilizar garrafas pet para a fabricação do equipamento aquático stand up paddle, que substitui uma prancha de surfe.

A atividade, que é um requisito legal da resolução 7 disponibilizada pelo MEC para cursos de nível superior da Educação Física, exige envolver o tema “Meio ambiente” dentro da disciplina “Práticas pedagógicas”.

A ação de manter o corpo parado em pé estimula o equilíbrio estático e dinâmico físico, mantendo a estrutura muscular em atividade. “O principal benefício dessa ação é de fato desenvolver a capacidade crítica dos alunos para o meio ambiente, além da pluralidade de conteúdos, que é um acervo extra e muito interessante de ser usado nas aulas de educação física escolar. Contudo, o stand up paddle desenvolve também a capacidade interoceptiva, que é um excelente recurso pra melhorar a habilidade de se equilibrar”, afirmou Gledson.

A ideia inicial da escolha do docente pela montagem de uma prancha, se deu após surfistas de Ubatuba-SP, envolvidos em questões de limpeza de praias idealizarem a montagem de pranchas com materiais, encontrados como lixo, ao longo dos litorais. Ao comprovarem o uso do objeto como ideal para o mar, executaram tutorial de montagem em vídeo na internet que se espalhou pela rede.

A coleta de materiais feita pelos acadêmicos, foi iniciada na procura por garrafas pet em estabelecimentos comerciais da cidade, executando posteriormente, o processo de lavagem e secagem dos objetos. A aplicação prática da montagem do instrumento foi inteira dos estudantes, que receberam do professor apenas a orientação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade
//]]>
Atendimento via chat
Atendimento via chat