fbpx

Capacidade de lidar com problemas é tema de evento

Acadêmicas reproduzem maquiagens de diferentes culturas
24 de agosto de 2016
Evento discute atuação do psicólogo na sociedade
25 de agosto de 2016

Atividade reuniu estudantes e profissionais

Promovido pelo curso de Psicologia da Unisulma foi realizada, na última sexta-feira (19), a mesa redonda “Resiliência e conflitos cotidianos”. A atividade, que aconteceu no auditório da faculdade, faz parte programação do Espaço UNI Psi e visa discutir e aprofundar conhecimentos sobre a capacidade de superar episódios estressantes e situações adversas da vida.

A coordenadora do curso, Kiria Karine Ribeiro, conta que a escolha do tema está relacionada ao ritmo acelerado, instável e muitas vezes caótico presente no cotidiano. “O nosso objetivo foi mostrar que mesmo em meio a tantos conflitos é possível se desenvolver de maneira saudável, de acordo com as expectativas sociais”, explica.

Para discutir a temática central, numa perspectiva interdisciplinar, o momento reuniu os professores da Unisulma, Francisco Dimitre Santos do curso de Fisioterapia, Fany Valentim de Enfermagem e Nutrição, Rhecyelle Belfort de Administração, e a psicóloga convidada, Gizele Cerqueira.

O docente Francisco Dimitre discorreu sobre sua dissertação de mestrado em Ciências da Saúde, intitulada: “Mulheres convivendo com aids: fatores de risco, protetivos e resiliência”. Também explanou sobre o projeto de extensão que desenvolve um documentário em Imperatriz com histórias de portadoras do vírus.

Resiliência está relacionada à capacidade de enfrentar e superar eventos estressantes e situações adversas da vida. As suas características e a maneira que ela pode estar presente em nosso cotidiano foram esclarecidas pela psicóloga.

Gizele pesquisa, em seu mestrado em Saúde Coletiva, sobre o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPSAD). A unidade de saúde também foi objeto de análise em suas especializações em Dependência Química e Metodologia do Ensino Superior. Sua fala repleta de exemplos de resilientes é decorrente de seus estudos sobre a temática desde o ano 2002.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade
//]]>