fbpx

Professora da Unisulma inicia doutorado em Botânica

Aula prática ensina como realizar pesagem apropriada de alimentos
28 de abril de 2016
Fórum de Saberes discute cultura indígena
4 de maio de 2016

A ideia para o projeto surgiu durante sua graduação 

Shirley Cunha Feuerstein é graduada em Ciências Biológicas pela Unisulma (2010) e mestre em Botânica pela Universidade Federal do Paraná (2014). Agora ela se prepara para iniciar o doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Na Unisulma, a docente leciona nos cursos de licenciatura em Educação Física, bacharelado em Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição e tecnólogo em Estética e Cosmética.

O projeto de doutorado proposto, “Estudo filogenético e taxonômico da família Graphidaceae no Sul do Brasil”, tem duração de quatro anos e é orientado pela professora doutora Rosa Mara Borges da Silveira. A pesquisa faz um levantamento da família de fungos Graphidaceae ampliando o conhecimento sobre o grupo no Brasil e realizando descrições técnicas detalhadas, ilustrações e identificação para as espécies encontradas.

De acordo com Shirley a análise da relação evolutiva e definição dos grupos de organismos biológicos da família de fungos que estuda, contribuiu para “o conhecimento da biodiversidade brasileira”. Segundo ela, atualmente, o grupo pesquisado possui cerca de 2500 espécies conhecidas e é um dos menos estudados. A professora integra o Grupo Brasileiro e Latino Americano de Liquenologia e faz parte do projeto de Evolução e Dispersão de Espécies Antárticas Bipolares de Briófitas e Líquens coordenado pela Universidade de Brasília (UnB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade
//]]>