fbpx

Unisulma realiza programação pelo Outubro Rosa

Acadêmicas de Serviço Social participam de palestra sobre violência contra a mulher
4 de novembro de 2016
Acadêmicas e docentes de Nutrição apresentam pesquisas em congresso nacional
10 de novembro de 2016

Ação aconteceu durante todo dia

Uma série de atividades em alusão ao Outubro Rosa, mês de conscientização para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama foi realizada na Unisulma no dia 1º de novembro, doações de cabelo, minicursos e mesa-redonda fizeram parte da programação.

Durante a manhã e tarde foram recebidas doações de cabelos para confecção de perucas para pacientes em tratamento de câncer. Cabeleireiros voluntários do curso de Estética e Cosmética e da empresa Bio Extratus estiveram no hall de entrada da instituição aguardando para fazer o corte, além de oferecer as doadoras tratamentos estéticos.

Cerca de 100 doações foram feitas ao longo do dia, algumas voluntárias trouxeram de casa os fios já cortados em solidariedade com a iniciativa. A gerente de recursos humanos da Motoca, Márcia Sousa trouxe 40 doções de cabelos em uma campanha realizada dentro da empresa.

A temática central do Outubro Rosa foi discutida de forma multidisciplinar dentro dos minicursos, que discorreram sobre o câncer na perspectiva da área do Direito, Enfermagem, Educação Física, Nutrição e Psicologia. As capacitações tiveram o valor das inscrições revertido como doação ao Instituto Amar Mais, a ONG presta assistência a pessoas em tratamento contra o câncer.

Minicursos:
– Atividade física na recuperação de pacientes oncológicos;
– O fortalecimento de vínculos familiares durante o tratamento oncológico;
– Os aspectos nutricionais do paciente oncológico;
– Os cuidados de enfermagem no transplante de medula óssea;
– Os direitos do paciente oncológico: um olhar jurídico.

Na noite, profissionais de várias áreas se reuniram no auditório da Unisulma para a mesa-redonda, “Os diversos olhares profissionais na oncologia”. O momento contou com palestra do cirurgião oncológico, Jorge Lyra, o fisioterapeuta, Carlos Eduardo Aubarele e o promotor de justiça, Eduardo Lopes.

O curso de Enfermagem da Unisulma, a ONG “Patrícia Fios de Esperança”, que tem participação de docentes da faculdade e a Associação de Amparo aos Pacientes de Câncer da Região Tocantina (Ampare) trabalharam juntas para realização da ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade
//]]>